foto LAnçamento caritas 204foto LAnçamento caritas 208A Caritas de Cabo Verde promoveu, ontem, 10 de Dezembro de 2013, o lançamento da Campanha contra a pobreza e a fome, que tem como o lema «Uma Só Família Humana, Alimentação para Todos». O evento teve lugar no Salão Paroquial da Praia e está inserido numa campanha global da Caritas Internacionalis contra esse fenómeno que afeta mais de um bilhão de pessoas no mundo.

O bispo da Diocese de Santiago, Dom Arlindo Furtado que presidiu o lançamento desta campanha universal contra a pobreza e a fome no mundo, defendeu que esta é uma missão de todos, acrescentando ainda que “a humanidade deve acima de tudo ter consciência que no mundo há alimentos para todos, o que falta é saber distribui-lo.

Durante a cerimónia, destacou-se um momento de oração para os mais de 1 bilhão de pessoas que sofrem da fome no mundo, um facto considerado um «escândalo» pelo próprio Papa Francisco cuja video mensagem ao mundo inteiro foi visualizada pelos presentes na cerimónia na cidade da Praia. O Pontífice apelou ao espírito de solidariedade dos homens e atenção para com este mal que “não é possível continuar a ser ignorado”. Principalmente porque, considera o Papa, “há comida no mundo para todos”, desde que nós, os Homens saibamos “usar aquilo que é necessário” e partilhar e aproveitar bem a comida que a natureza nos coloca ao dispor.

Outro momento simbólico e belo foi a partilha do pão entre todos os presentes no salão paroquial, a começar pelo Bispo da diocese de Santiago e presidente da caritas cabo-verdiana que passou o pão ao primeiro ministro, e assim o pão chegou a todos os cantos da sala e sobrou em grande quantidade. Em alguns minutos se simbolizou o espírito de solidariedade que se quer com esta campanha que vai durar 18 meses em cerca de 200 países.

O ato de lançamento da campanha «Uma Só Família Humana, Alimentação para Todos» contou com a presença do Primeiro-Ministro de Cabo Verde, José Maria Neves e outros ilustres convidados.

A campanha «Uma Só Família Humana, Alimentação para Todos» terá a duração de 18 meses e a opção do lançamento no dia 10 de Dezembro tem um significado forte, já que coincide, por um lado, com a declaração adoptada por unanimidade pelos Chefes de Estados e de Governos, membros da União Africana, para erradicar a fome em África até 2015, e por outro lado, por terem designado 2014 como o ano da segurança agrícola e alimentar.
A campanha Mundial de luta contra a pobreza e a fome vai decorrer em mais de duzentos países onde estão localizadas cerca de cento e sessenta organizações da Cáritas. Em cabo Verde a campanha Mundial de luta contra a Pobreza e a Fome promovida pela Cáritas Internacional vai decorrer nas duas dioceses (Mindelo e Santiago) que pretende mobilizar organizações e entidades da sociedade civil, os responsáveis políticos e a população em geral.

Aspectos práticos para atingir o sucesso da campanha foram indicados no folheto da Caritas distribuído no acto da campanha simbolicamente declarada aberta quando Dom Arlindo recebeu  de uma criança um cesto contendo uma chave de papel que foi apresentou a todos, sob aplauso.

Agora cabe a cada um empenhar-se para o sucesso dessa campanha mundial tão actual que se inicia umas semanas antes do Natal, época em que costuma haver abundância em certas mesas e ao mesmo tempo, penúria nas casas dos mais desfavorecidos. Não esbanjar comida –  como se tem feito em certaz festas religiosase e ter atenção para partilhar com o vizinho que não tem, nesse sentido vai um grand apelo lançado por Dom Arlindo na ntrvista qu concedu à TCV no dia do lançamento da Campanha.

Deixe um comentario

Categories