aa jmj 3 sofiaA ida para o Brasil para participar na Jornada Mundial da Juventude, foi uma oportunidade singular na vida da Sofia Gomes. Uma oportunidade que segundo disse vai-lhe servir para a vida toda. Foi nesta viagem que, para além de participar na maior experiência de fé, Sofia soube e bem promover Cabo Verde num programa da maior rede de televisão do Brasil e número quatro a nível mundial, a TV  Globo. A experiência trouxe-lhe ainda ganhos a nível académico… foi convidada pelos professores para fazer a apresentação e a defesa da sua tese de mestrado.

Saiba mais nesta segunda parte de entrevista com Sofia Gomes.

Soube que foste celebridade no Brasil (risos)… Cabo Verde foi selecionado para participar num programa da maior televisão brasileira, a Globo que pretendia reportar a experiência do nosso país na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 – JMJ. Tu foste, um das duas pessoas escolhidas para participar nesse programa de TV. Como foi esta experiência

Aí meu Deus. (emociona-se) Deus faz muitas maravilhas na nossa vida e às vezes nem percebemos. Graças a Deus, tudo o que Ele tem feito na minha vida ultimamente, tenho percebido e agradeço. Participar no Programa da TV Globo foi mais de que um privilégio. Eu estava a assistir uma catequese, que não queria perder por nada, quando os responsáveis da nossa delegação, no meio de todos nós, cerca de 130, chamaram-me e eu nem sabia qual era o motivo. Fui ter com eles e lá a estava jornalista e informaram-me que pretendiam fazer um programa onde iria acompanhar-nos, (filmando e entrevistando nós) eu e o meu colega Zé Lino, durante um dia de atividade no âmbito da JMJ. O programa em que participámos chamava-se “Vida de Peregrino”. Acompanharam-nos durante todo o dia, acompanharam-nos no nosso percurso, nas atividades que participamos, como missa, catequese, o momento da passagem do Papa para ver a nossa reação enfim, foi um dia na nossa vida de peregrinos. Nós aproveitamos para falar de Cabo Verde, falamos tão bem do nosso país, els ficaram curiosos, até fizemos-lhes convite para virem visitar a nossa terra e eles mostraram vontade e interesse em conhecer Cabo Verde, quem sabe…

Participaram outros países,  mas a reportagem foi praticamente só sobre nós, Cabo Verde e, no final do dia, a equipa agradeceu-nos e disseram que fomos nós a fazer o programa, que ficou muito rico. Isto mostrou mais uma vez que nós somos um país pequeno em dimensão mas grande a nível espiritual, capacidade de dinâmica e tudo o mais. Ganhamos muito com esta experiencia e em jeito de brincadeira dizíamos que ños sentíamos celebridade porque todas as pessoas que viam Globo, chagavam perto de nós e diziam que nos viram na TV. Foi muito bom. Era mais responsabilidades, mas fomos confiantes e ficamos orgulhosos de ter representado bem o nosso país. Enfim, foi uma experiência rica, muito positiva… não tenho adjetivos para qualificá-la.

Ou seja, promoveram bem a nossa terra lá fora, no Brasil

Com certeza. Deixamos uma boa imagem do nosso país. Cabo Verde ficou bem visto não só pelos brasileiros, mas pela gente de tantos outros países que participaram na JMJ – Rio 2013. Éramos poucos em relação aos outros países mas Cabo Verde não passou despercebido no Brasil, quer pela nossa bandeira que é linda, quer pela nossa maneira de ser e de viver, destacámo-nos. Muitos aprenderam um bocado sobre a nossa cultura, que fizemos questão de divulgar. Aproveitamos alguns momentos para cantar e dançar os nossos ritmos, como o batuque. Ensinamos a nossa língua, o crioulo às pessoas… Enfim, Cabo Verde esteve bem no Brasil e ficamos orgulhosos da nossa terra e dos nossos jovens.

Brasil serviu para também defenderes a tua tese de mestrado…

Aproveitei esta viagem para vários objetivos. Nesta viagem para Brasil, que de início não achei que seria possível, conheci cinco estados do Brasil (Rio de Janeiro, Ceará, São Paulo, Brasília e João Pessoa). Esta jornada trouxe muitos ganhos para mim. No final tive a oportunidade de defender a minha tese, que não estava prevista. Informei a minha professoraque ia ao Brasil, ela fez-me o convite para fazer a defesa lá. O nosso curso é à distância e os professores vivem no Brasil, então aproveitei a oportunidade. A minha defesa, de acordo com os testemunhos, foi um sucesso. Depois da defesa dei uma entrevista sobre o assunto, porque representamos (dois colegas meus também fizeram lá a defesa da tese) os meus colegas estudantes cabo-verdianos, éramos 100 a fazer a formação. Portanto ir a JMJ no Brasil trouxe mais-valia na minha vida pessoal, académica, espiritual… em todos os sentidos… Deixamos boa impressão do nosso país lá.

Numa palavra ou numa pequena frase como classificaria esta experiência toda- a sua ida para participar na JMJ no Brasil?

Participar na JMJ foi uma oportunidade única na minha vida. Foi maravilhoso. Foi uma bênção de Deus na minha vida!

 

Deixe um comentario

Categories