kids 0O Secretariado Diocesano da Catequese tem investido na formação de crianças e adolescentes com o propósito de dar-lhes ferramentas e prepará-los de modo a tornarem-se no futuro próximo jovens dinâmicos e com alguma liderança nas comunidades. É neste âmbito que realizou de 03 a 10 de Abril de 2013, um campo de férias para adolescentes da região Santiago Norte. A formação para adolescentes líderes teve lugar na Paróquia de São Miguel, na Calheta e contou com a participação de 113 adolescentes dos 12 aos 14 anos, das paróquias de Santo Amaro Abade, São Miguel, Santa Catarina e São Salvador do Mundo. Cada paróquia selecionou adolescentes que têm – se destacado pelo dinamismo, interesse e participação nas catequeses.

 “A nossa intenção é ter, mais tarde, nas paróquias jovens que sejam líderes e responsáveis nas comunidades, nos grupos diversos, como acólitos, catequistas, legionários, entre outros e que tenham um papel de liderança nas suas comunidades”, explica a irmã Paula Furtado, Coordenadora do Secretariado Diocesana de Catequese.

 Durante o campo, os dias foram preenchidos com formação humana religiosa e social, formação bíblica, desportiva, e também trabalhos manuais, todos ministradas por alguns técnicos que se disponibilizaram para ensinar os esses jovens.

 Os formandos tiveram a oportunidade de aprender mais sobre a Bíblia. “Na parte de formação sobre a bíblia os formandos passaram a conhecer os livros do antigo e do novo testamento. Além de aprender como se procura os capítulos e os versículos da bíblia. Aprenderam também, como se faz a leitura e se reza o Salmo bem como fazer a oração espontânea”, diz a coordenadora da catequese.

O campo de féria foi também uma oportunidade para se falar sobre a vocação. A ideia foi mostrar a estes futuros líderes o que é a vocação e como perceber o chamamento de Deus.

 No que diz respeito a formação social, os meninos aprenderam a prática de boas maneiras. Tiveram também palestras sobre a saúde onde aprenderam a importância da higiene, a alimentação para nossa saúde.

 Os participantes também puderam conhecer melhor a paróquia que os acolheu com uma visita a algumas comunidades. “Organizamos visita às comunidades, onde os formandos foram conhecer o hospital local, a praia do mar. Também realizamos uma saída para a capelania de Ribeireta, onde fica a capela de Santo António. Passámos lá o dia. De manhã ocupamos com parte recreativa, com jogos e outras dinâmicas. À tarde, depois de almoço, dedicámos a momentos de oração.

 O mesmo campo de férias para formação de adolescentes líderes foi realizado em Setembro de 2012, na ilha do Fogo. Uma primeira iniciativa que parece está a começar a mostrar resultados.

“Os responsáveis dizem que já estão a notar diferenças nos adolescentes que participaram no primeiro campo de formação. Estão mais empenhados na sua participação na Eucaristia  têm mais curiosidade e interesse na leitura bíblica, estão mais empenhados em ir para a catequese, preparam, voluntariamente a leitura antes da missa” conta satisfeita a Irmã Paula.

 Depois destas duas experiências, o Secretariado Diocesano da catequese está a programar próximos campos de férias para formar mais adolescentes líderes. Prevê para Agosto do corrente ano um campo de férias na Cidade da Praia que vai juntar adolescentes da Região Santiago Sul, que engloba Praia e Ribeira grande de Santiago e adolescentes da Ilha do Maio. Assim como mais um campo que vai abarcar formandos de São Lourenço –Órgãos, São Nicolau Tolentino, Nossa Senhora da Luz, Santa Cruz e mais um campo  para a Região Fogo e Brava.

One Response to “A Diocese de Santiago aposta na formação de adolescentes líderes”

  • admin:

    Neusa, a PAz de Deus para ti. A tua forma de expressar revela uma atitude desrespeitadora e fechada ao diálogo, mas em vez de nao publicar o comentário, achei que seria positivo dar uma palavra de autoridade apostólica partilhar apenas duas passagens da Escritura que contrariam a tua forma de julgar o celibato. Não sei o que pensas da Bíblia ou dos apóstolos. Se és crente e tens uma bíblia, leia 1 Cor 7, 25-40. Um trecho diz: « Estás ligado a uma mulher? Nao procures separar-te. Estás livre de mulher, NAO A PROCURES. Mas se te casares, não pecas…»… «Doravante, os que têm esposas procedam como se as nao tivessem; os que choram, como sde não chorassem…De facto, o cenário deste mundo é passageiro…» Leia a passagem toda e vê se tens a coragem de dizer que o celibato é do demónio. Se nao és crente, nao adianta dialogar sobre isso. Mas mesmo assim é demais dizer que o celibató é do demónio. Só mais uma coisa: Os escândalos a que te referiste em outro comentário, nao têm nada a ver com o celibato. Para tua informação, este problema acontece na maior parte das vezes com pessoas casadas, algumas vezes pelos próprios pais das vítimas.Nada de confusões, portanto. Dependendo do que se seguir, continuaremos o diálogo. Tenha uma boa semana.

Deixe um comentario

Categories