Dom Arlindo lembra que a Quaresma éDSCF2528 «para uma caminhada espiritual mais intensa e profunda, mediante uma verdadeira conversão de coração a Deus e ao próximo.. rumo à Páscoa do Senhor» e indica alguns empenhos que se pode assumir neste tempo: mais tempo e melhor qualidade das nossas orações, a leitura mais assídua e meditada da Palavra de Deuso exame sério da nossa vida, para reforçarmos aquilo que está bem e nos libertarmos do que não favorece ao nosso crescimento na santidade; a reconciliação com Deus e com os irmãos etc.

O bispo diocesano fala de renúncias no comer, no beber, nos divertimentos e noutras coisas supérfluas» .

Quanrto ao destino a dar ao resultado das renúncias, Dom Arlindo indica que para este ano, metade dessas renúncias serão entregues à Caritas paroquial e a outra metade à Caritas Diocesana. O Bispo diocesano chama a atenção «para não se confundir a renúncia quaresmal com o ofertório a favor da Caritas Diocesana, que se faz no II domingo da quaresma».

Desejando a todos uma santa quaresma, Dom Arlindo faz a todos os votos de boa saúde e muitas bênçãos do Senhor.

Edição: PZ

2 Responses to “Dom Arlindo pede mais meditação da Palavra de Deus na Quaresma e indica finalidade da renúncia na Diocese”

  • Gostaria de esclarecer:
    1- um ofertório não poderá ser a consequência de uma renúncia?
    2- Quanto se faz uma renúncia de seguida não deverá haver uma partilha?
    Agradecimentos.

    • admin:

      Salve.
      O ofertório pode ser fruto de uma renúncia. Mas na quaresma o fiel é interpelado a mostrar mais disposição num gesto especial de renúncia e solidariedade.
      Sim, a renúncia não deve beneficiar quem renunciou, mas o próximo, uma instituição. Em CV os bisos já deram indicação dos beneficiários das renúncias e das colectas do II Domingo da Quaresma. Pode dar fora desse período. Boa quaresma.

Deixe um comentario

Categories