Amanhã, 2 de Dezembro, Dom Arlindo vai conferir a ordenação diocanal dois seminaristas estagiários, António Alexandre Lopes e Elias Borges, ambos naturais de Santa Catarina (Ilha de Santiago). A Cerimónia será no Seminário de S. José, Praia, às 10,30H, como tem sido tradição da Diocese de Santiago de Cabo Verde.

A celebração de amanhã «terá uma dimensão eclesial extraordinária porque pela primeira vez teremos no nosso país a presença da Conferência Episcopal de que fazemos parte. Estarão presentes em comunhão da Igreja todos os bispos de Cabo Verde, Guiné Bissau, Mauritânia e Senegal, 14 ou 15 Bispos, algo nunca antes visto em Cabo Verde», alerta o Pe. Constantina Bento.

 Os futuros diáconos Elias e Alexandre, que fizeram a formação filosófica e teológica no ISET (Instituto Superior de Estudos Teológicos) de Coimbra, que funcionava no mesmo edifício do Seminário Maior de Coimbra que os acolheu. No ano passado defenderam a tese de Mestrado Integrado em Teologia pela Universidade Católica do Porto.

 Na quinta feira passada a paróquia de Nossa Sra da Graça promoveu uma vigília em que os dois ordinandos fizeram a profissão de fé perante o Pe. Boaventura, Chanceler da Cúria e encarregado de organizar o processo da ordenação.

 A Diocese conta com todos os que puderem vir, pois trata-se de um acontecimento eclesial singular pelo sentido de Igreja que transmite e pela clara imagem da Igreja de Cristo que é UNA na diversidade de expressões, terras e culturas. Além disso, algo assim só se repetirá quando todas as dioceses acolherem o encontro da Conferência dessa região. Mas o sentido maior de tudo isto é que a Igreja está viva e deve continuar a cumprir com determinação o mandato de Cristo de ir e pregar o Evangelho e baptizar os que acreditarem n´Éle.

PZB

Deixe um comentario

Categories