Finalmente chegou o dia ´D´. Os bispos retidos em Dakar chegaram às 7:30 da manhã, num avião militar. O Bispo de Santiago, Dom Arlindo, o de Mindelo, Dom Ildo, e o Cardeal Théodore Sarr, de Dakar, foram bem cedo ao aeroporto acolher os demais membros da conferência episcopal, que deveriam chegar às 6:15 da manhã.

Depois do Café na Quinta da Montanha, onde vão decorrer os trabalhos, entrou-se num ritmo constante…Foi um dia cheio, disse D. Ildo, que divide o primeiro dia em três etapas: o encontro com o Núncio Apostólico, Dom Luis Mariano Montemayor, a visita à Cidade Velha e a Eucaristia com a comunidade ao fim do dia.

O Núncio fez um apanhado do ano: a situação político.social de cada país  e a actualidade da Igreja. Destacou , por exemplo as viagens do Papa, especilmente a feita ao Líbano, o encontro mundial das famílias em Milão (Itália) e as publicações mais importantes do Papa. Enfim, uma «síntese da vida da Igreja», disse Dom Ildo. Abordou também, como de costume, assuntos próprios da vida das dioceses, da sua relação e seus compromissos com Roma.

Depois disto, « o Núncio deu uma visão geral dos países que compõem a Conferência. Cabo Verde ficou deixado para o fim, tendo destacado a situação de estabilidade política que o faz ser uma espécie de «oásis» nesta zona da África». O Núncio destacou bem este aspecto particular do nosso país no contexto da África ocidental.

 Os Bispos foram cumpriram um programa cultural com a visita à Cidade Velha, onde foram recebidos pelo presidente da câmara e por um vereador. Através de um filme tiveram uma ideia da história da cidade Velha…

«Para os bispos foi muito interessante ver na Ribeira Grande a parte de Cabo Verde que é um berço do cristianismo que se expandiu nesta região oeste da África.

Ficaram admirados com a história que as ruínas de igrejas e conventos contam… É a história de Cabo Verde, marcada pela história da Igreja.

O dia terminou  com a Missa presidida por um Bispo da Guiné Bissau e pregou em crioulo da Guiné. Animou a Missa a comunidade de Rui Vaz, que esteve pacientemente à espera do regresso dos bispos. Afinal é a primeira vez que tantos bispos se reúnem em Cabo Verde e numa reunião importante como é a conferência episcopal.

Após à Missa as pessoas fizeram questão de se aproximar e pedir a bênção aos bispos.

Amanhã os Bispos vão partilhar a realidade das suas dioceses e do Sìnodo e dos Sectores da pastoral a nível do continente africano e de outras partes do mundo em que alguns tomaram parte. 

 

One Response to “Primeiro dia de trabalhos da Conferência Episcopal em Cabo Verde”

  • Maria de Fátima Sanches:

    Uma grade bênção para Cabo Verde, neste Ano da Fé, ter recebido, pela primeira vez, a conferência Episcopal dos Bispos da nossa região africana. Deixará com certeza marcas indeléveis na igreja cabo-verdiana.
    Que Deus, fonte da paz e da unidade plena, ilumine os nossos Bispos com a Luz e força do Seu Espírito para que a Igreja em Africa encontre a verdadeira paz e o verdadeiro caminho para uma convivência sadia dos humanos em direção á Plenitude Divina.
    Louvado seja Deus por esta grade graça.

Deixe um comentario

Categories