A Paróquia de Nossa Senhora do Socorro na Praia, traçou como um dos planos pastorais prioritários para o ano 2012- 2013 a formação. De acordo com o Pároco, o padre Constantina Bento, a paróquia vai dar prioridade a catequese e apostar na formação de catequistas, assim como, na realização de palestras sobre temas diversos com o intuito de mobilizar e envolver toda a toda a comunidade paroquial com o propósito de ajudar as pessoas a aprofundarem e a viverem a sua fé. 

No âmbito da formação o pároco aponta o interesse dos seus paroquianos onde os que respondeu afirmativamente ao desafio da Diocese de santiago no sentido de formar leigos. A Escola de formação de Leigos iniciada recentemente conta com a participação de 10 cristãos da paróquia de Nossa Senhora do Socorro, o que corresponde a um terço dos participantes. 

Numa altura em que o Papa anunciou o “Ano da Fé”, a Paróquia de Nossa Senhora do Socorro tem como principal desafio ajudar as pessoas a viver a fé intensamente e “dar o nosso testemunho de fé em qualquer lugar». De acordo o pároco, a proposta do Santo Padre está a ser bem recebida no seio da comunidade paroquial, tanto que “ a paróquia a está a viver com muita fé. As pessoas juntam-se para rezar e cantar em nome da fé e procuram viver intensamente na fé. Cremos ver que este vai ser um ano de acordar as pessoas para uma vivência mais intensa e real da fé”, diz o sacerdote apelando às pessoas a “não ter medo de testemunhar a e manifestar a nossa fé católica, em qualquer lugar em qualquer momento. A fé marca a nossa fé marca a nossa vida, a nossa história”. 

jovens de N. SRa do Socorro encenaram os misterios gloriosos na assembleia de Jovens de N. sra da Graça

jovens de N. SRa do Socorro encenaram os misterios gloriosos na assembleia de Jovens de N. sra da Graça

 Catequese e Juventude: duas prioridades pastorais da Paróquia de Nossa Senhora do Socorro

Antes do início oficial do Novo ano Pastoral, a paróquia de nossa Senhora do Socorro inicia a sua actividade com foco na catequese. O mês de Setembro é dedicado a visita porta a porta em todas às comunidades para recolha de dados e matrículas de crianças em idade de frequentar a catequese. A catequese é um dos sectores que tem merecido uma atenção particular da paróquia e que tem envolvido toda a comunidade paroquial. Por exemplo “ identificar e matricular crianças para a catequese não é uma actividade exclusiva dos pais, crianças ou da paróquia e catequistas. É um trabalho feito pela paróquia, onde todos estão mobilizados neste sentido”, afirma o pároco, o pe. Constantina Bento. 

Há três anos foi criado uma comissão que lida com o sector da catequese. Este ano a Paróquia conta com cerca de quatro mil crianças e adolescentes, como idade compreendida entre os 06 aos 16 anos a frequentar a catequese. 

Este ano, segundo o padre Constantina, a actividade catequética ganhou um novo dinamismo com o anúncio do “Ano da Fé” pelo Papa bento XVI, que se iniciou oficialmente no dia 11 de Outubro de 2012. “Este ano iniciamos a catequese com maior empenho, entusiasmo e maior motivação. Procuramos matricular e manter todas as crianças na catequese e, deste modo, ajudá-las a crescer na fé”. 

A juventude continua a ser uma aposta nesta paróquia que concentra vários polos universitários, escolas secundárias e outras instituições que atendem jovens no seu quotidiano. A ideia, de acordo com o pároco chegar perto destes jovens e trazê-los para a Igreja.

Situado na zona mais populacional do país e com sérios problemas sociais que afectam sobretudo a juventude, a Paróquia tem tentado fazer algum trabalho junto dos jovens considerado de risco. Um trabalho que não tem tido ainda um impacto desejado e que carece de uma melhor organização.

O padre Constantina assegura que a Paróquia está a prever para os próximos « criar grupos de jovens em todas as comunidades da nossa paróquia, com o propósito de chegar a todos os jovens, tanto aos que frequentam a Igreja, aos estudantes, como aos que não frequentam nenhuma actividade paroquial, aos desempregados, enfim, a nossa meta é chegar a todos os jovens e trazê-los para perto de nós, para fazerem parte activo da comunidade paroquial”.

Entrevista conduzida por DS

Deixe um comentario

Categories