E agora? É um Ano santo. Enquanto projecto cujas raízes se mergulham na raíz da nossa relação com Deus. Um Ano pra ser santificado, e, por isso mesmo, humanizado.

É tempo novo dentro do tempo comum na vida da Igreja e da Sociedade. Mas é um tempo que encontra e dá sentido a coisas comuns feitas com novo olhar e novo entusiasmo. Tempo que aposta e aponta para Cristo e sua Igreja e a oração e a celebração do AMOR.

Ano da fé: tempo de sentir a fé sendo com muito mais força, o critério de vida, apelo à celebração e ao testemunho credível de vida. Tempo de renovação e de partilha. com convicção e alegria de ter recebido Jesus e de o apresentar aos que estão em busca do Caminho, da Verdade e da Vida.

 

Deixe um comentario

Categories