O Bispo eleito de Mindelo presidindo à Eucaristia na paróquia de S. Vicente, Mindelo

O Bispo eleito de Mindelo presidindo à Eucaristia na paróquia de S. Vicente

Já se sabe, finalmente, a decisão sobre o lugar da ordenação episcopal do Padre Ildo Fortes,  bispo eleito de Mindelo: Lisboa (Portugal) foi a cidade escolhida para esse grande momento que terá lugar no dia 3 de Abril. Havia alguma legítima expectativa dos diocesanos de Mindelo de que a sagração episcopal pudesse também ser em Mindelo, mas sendo o bispo eleito membro do Patriarcado de Lisboa,  e sendo muitos familiares e amigos esta escolha tem igualmente razao de ser. Entretanto esperamos poder partilhar em breve com os internautas o que o Bispo eleito e o Administrador Apostolico têm a dizer sobre sobre este assunto.

Comentando o facto de a ordenação ser em Lisboa e não em Mindelo, o Administrador apostólico de Mindelo, Dom Arlindo disse que qualquer opção seria legítima uma vez que o Bispo eleito de Mindelo pertence ao Patriarcado de Lisboa que o enviou a colaborar com a diocese de Mindelo que ainda dava os primeiros passos em 2005. Além disso, ele viveu a infância e cresceu em Lisboa, tem lá familiares e amigos e muitos antigos paroquianos.

Dom Arlindo lembrou que a Circular recentemente enviada aos paroquianos tinha por objectivo motivar um clima de unidade e abertura para que Cabo Verde,  particularmente a Diocese de Mindelo e o Patriarcado vivessem intensamente dois momentos importantes na vida do Padre Ildo, Bispo eleito de Mindelo: a ordenação episcopal e a entrada solene e a tomada de posse da diocese.

Para Dom Arlindo, O Bispo eleito terá decidido partilhar com a diocese a que ele pertence, e que o enviou a Cabo Verde em 2005 e a Diocese para a qual ele foi agora eleito Bispo, vivessem esses momentos com alegria e unidade. “Faço um apelo e espero que o facto de a ordenação ser em Lisboa em nada afecte no brilho e no entusiasmo para um outro grande momento que é a entrada solene em Mindelo no dia 10 para a tomada de posse”, disse Dom Arlindo.

Vendo com naturalidade que a ordenação seja em Lisboa, Dom Arlindo, disse que o Bispo eleito, que “saiu de Cabo Verde e foi para Portugal onde amadureceu vocacionalmente até ser padre, agora vai ser ordenado bispo em Lisboa para vir assumir a missão de Pastor da Diocese que o viu nascer”.

O Pe.  Ildo nasceu na ilha do Sal a 13 de Dezembro de 1964.  Emigrou para Portugal aos 10 anos. Ordenado ha 18 anos, ele pertence ao Patriarcado de Lisboa. O bispo eleito trabalha na diocese de Mindelo desde 2005 como padre “fidei donum”.

A entrada solene do novo Bispo na diocese e a tomada de posse está prevista para o dia 10 de Abril.

8 Responses to “Será em Lisboa a Ordenação do Bispo Eleito de Mindelo”

  • Luís Carvalho:

    Penso que a ordenação episcopal do bispo eleito, Ildo Fortes, devia ser em Cabo Verde, terra natal dele, mais concretamente em Mindelo, Diocese de que vai ser responsável.
    Dever-se-ia dar esta alegria aos cabo-verdianos, e sãovicentinos,em particular. Seria o segundo bispo a ser ordenado em terras cabo-verdianas, depois de Dom Arlindo. Gostaríamos de assistir a esta cerimónia, mais uma que, certamente, iria encher de júbilo os nossos corações. Ainda está -se a tempo de mudar.
    Lisboa já assistiu ao ordenamento de vários bispos e, por isso, devia-se dar esta oportunidade a Cabo Verde. Afinal, merecemos!

  • Lando:

    10 de Abril será um grande dia para os Catolicos caboverdianos. Mas esse dia seria particularmente memorável se a ordenação fosse em Cabo Verde! Porém, devemos compreender as razões do Pe Ildo. Até lá, rezemos por ele e preparemos alegremente o dia da sua entrada na diocese de Mindelo.

  • ka sta di acordo:

    Nta atcha ma ordenaçom debia ser na C.V. Seria um testemunho vivo aos diocesanos de cabo verde e guentis di mindelo em particular. Penso que o bispo deixou-se levar pelos sentimentos, no que diz respeito aos amigos e familiares em Lisboa. O ideal, o mais prudente e urgente neste momento seia ser ordenado em Cabo Verde, na diocese em que vai ter a sua cátedra, e tb a própria população beneficiava mto deste acontecimento, tendo em conta que era algo mto esperado.

  • Tony:

    Claro que gostaria que fosse aqui na Cidade do Mindelo mas … e há sempre um mas, devemo-nos colocar no lugar dele para entender o seguinte:

    1 – Pertence ao Patriarcado de Lisboa;
    2 – Viveu quase toda a sua vida em Lisboa;
    3 – Tem família lá;
    3 – Foi-nos “emprestado” pelo Patriarcado;
    4 – Vai deixar Lisboa para ficar connosco.

    Não acham que estamos a ser um pouco “egoístas” a pensar somente nos nossos motivos?
    Aliás nada disto importa!
    Vamos é rezar por ele para que ele seja o Bispo que a nossa Diocese precisa para dar continuidade ao excelente trabalho que Dom Arlindo vem fazendo.

  • B. Melo:

    Estou totalmente de acordo (…) Vamos sentir-nos felizes porque finalmente temos o nosso Bispo,(D.Ildo),que Deus o abençoe e proteja, lhe dê forças para continuar o que o nosso Querido D.Arlindo começou. Nós aqui vamos ficar aguardando o grande dia para a sua tomada de posse, nós vamos fazer de tudo para que seja um dia em grande, o Senhor merece e pode contar com a minha oração e penso que de todos os paroquianos. Que o Espirito Santo o ilumine.

  • Gonçalo:

    Felicidades ao Novo Bispo. Quer seja em Portugal quer seja em Cabo Verde é Bispo para a Igreja e para o Mundo. O importante neste momento é estarmos unidos a ele; darmos graças ao Senhor pelo Dom que deu à Sua Igreja na pessoa de D. Ildo e fazer votos que consiga com humildade e o com o serviço que tem demonstrado, fazer crescer na unidade esta porção do povo de Deus nas ilhas e na diáspora.

  • Alirio Cabral Gomes:

    Leio com atenção os comentarios q me antecedem e acho-as desnecessárias. Se as pessoas sao Católicas, de verdade, devem compreender a opção do padre Ildo. Por mim, a opção Mindelo seria a última pois mais que a cerimonia de Sagração a entrada solene marca efectivamente o inicio de funçoes. o padre foi-nos emprestado, sim, e deve voltar para regressar em definitivo. ha questoes de menor importancia perante tao grande alegria que é Mindelo ter o seu Pastor residente. Dom Arlindo não foi ordenado no MIndelo mas não deixou de ter o brilho que a cerimonia merecia. devemos nos despir deste egoismo barato e compreender, veerdadeiramente, o sentido da Missão. Saude e Paz ao novo Bispo e aos Diocesanos de Mindelo q saibam “aproveitar” esse servidor do Senhor da Messe.

  • djoy:

    Realmente ele sente mais Portugues que Caboverdeano.

Deixe um comentario

Categories