Mensagem do Natal 2011 e do Ano Novo

Caríssimos Diocesanos,

Caros amigos

Aproximamo-nos já a passos largos do dia feliz da celebração do Natal do Senhor Jesus. Na verdade, Deus, na sua infinita condescendência, veio ter connosco, fez-Se um de nós no seio da Virgem Maria, tornou-Se um connosco, o Emanuel.

A existência de Jesus e o Seu nascimento em Belém constituem uma realidade histórica consoladora para nós, tanto Deus nos toma a sério, tanto Ele nos ama, Se interessa por nós, cuida de nós.

Deus faz-Se Menino em Jesus de Belém, para ser nosso companheiro no percurso da nossa vida, do princípio até à plenitude, que é o encontro definitivo com o Pai. Esta é uma Boa Notícia para todos e nos enche de uma terna alegria, trazida pela candura da presença de Deus Menino de Belém.

Trata-se de uma alegria genuína, profunda, que parte do interior de nós mesmos, onde, pela fé, nos encontramos com o Deus Salvador, que vem a nós e nos dá o verdadeiro sentido da vida e nos interpela para a comunhão de amor. Por nossa vez, nós o acolhemos com carinho e do nosso coração irradia a felicidade desse encontro, que se exprime na nossa relação com os outros e com todo o nosso ambiente exterior.

As luzes, as cores e as ornamentações desta ocasião do Natal querem exprimir precisamente esse nosso estado de espírito, que deve ser verdadeiro. Por isso, não faz sentido preocuparmo-nos em demasia com aparências exteriores, secundarizando aquilo que é realmente essencial e que as deve motivar, ou seja, o nosso estado de espírito, o encontro profundo com Jesus Salvador, Luz da nossa vida, fonte da nossa alegria. É esse encontro autêntico com Jesus que dá conteúdo e motiva a forma intensa e calorosa como as pessoas se relacionam nessa quadra festiva, durante o ano, durante toda a vida, transmitindo mensagens de alegria, de esperança, de paz, testemunhando o amor e candura.

Uma das marcas da vivência deste tempo de Natal é a preparação do presépio, com grande poder evocativo do nascimento de Jesus em Belém, acolhido por Maria, José, os Anjos, os Pastores. É desejável, recomendável e importante que cada família envolva todos os seus membros, especialmente as crianças, na preparação do presépio familiar, aproveitando a oportunidade para explicar aos filhos o significando de cada personagem e o respectivo papel no contexto natalício.

A complementar a própria explicação e o diálogo que daí advém, que tal a ideia de ler, serenamente, as passagens bíblicas (Lc 1, 26- 2, 40; Mt 1, 18- 2, 18) referentes a esses episódios? É que não há nada como a Palavra de Deus que, pela sua força própria, atinge o coração e a alma dos ouvintes. Essas experiências partilhadas não só exprimem a união da família, como ainda servirá de estímulo para a intensificar ainda mais, consolidando-a sobremaneira.

A Diocese de Santiago divulgou em todas as paróquias uma pagela com uma oração feita de propósito para ser recitada a favor da nova evangelização, que todos somos convidados a promover, pelo anúncio e pelo testemunho da nossa vida. Que tal a ideia de, à volta do presépio, recitar toda a família reunida essa oração, em união com toda a Diocese? Será uma bela expressão de sermos uma só Igreja de Cristo, unida no amor e na missão!

O mundo vive, em nossos dias directa ou indirectamente, uma grande crise económica e social. É uma dolorosa realidade que a todos preocupa. Mesmo o grande consumismo nesta época do Natal acaba por sentir o impacto dessa situação.

Mas, pensando bem, podemos ver facilmente que, por detrás desta situação de crise económica e social, está uma crise moral, mais profunda e mais grave, em que os valores fundamentais como a realidade de Deus e uma adequada relação com ele; o sentido da vida e a dignidade do homem, de todo o ser humano; a consciência dos direitos, dos deveres, da justiça, da honestidade, do respeito mútuo, da solidariedade e da gratuidade; esses valores fundamentais, dizia, são desconsiderados; enquanto as diversas formas do egoísmo, do individualismo, da ganância selvagem predominam. Ora tudo isso cria um desequilíbrio no interior do homem e vicia as relações entre as pessoas, afectando também a equidade económica, financeira e social, com todo o seu rol de inquietações, de inseguranças, de sofrimento, de miséria. Se quisermos eliminar os efeitos, devemos ir à fonte e cuidar das causas.

Espero bem que a festa do Natal, revelando-nos o essencial da nossa existência e da nossa vida, nos ajude a tirar lições basilares para o futuro, promovendo as relações essenciais e adequadas com Deus, com o próximo e com a nossa própria consciência; assumindo uma atitude de vida simples, digna, honesta, solidária e fraterna. Assim, Jesus que veio ao mundo e passou a vida fazendo o bem, será verdadeiramente para nós o Caminho, a Verdade e a Vida. Então a nossa alegria será perene e todos os dias serão Natal.

Neste Natal de 2011 e no limiar do Novo Ano de2012, a Diocese de Santiago de Cabo Verde faz votos para que o Senhor lhe conceda a si e aos seus entes queridos:

– O dom de sabedoria e de inteligência, para apreciarem rectamente todas as coisas segundo Deus;

– O dom de fortaleza, para se conservarem firmes nos seus bons propósitos;

– O dom do conselho, para uma boa orientação da própria vida e para ajudar os outros;

– O dom da piedade, para uma relação filial com Deus, fraterna e solidária com todos.

Santo Natal e Feliz Ano Novo

†Arlindo Gomes Furtado, Bispo

 

3 Responses to “Na sua mensagem de Natal e Ano Novo Dom Arlindo pede solidariedade e profundo encontro com Jesus Cristo”

  • elvino:

    paz y bem…. pa nhós tudu un Natal Feliz y k Ano di 2012 seja midjor ku bênçon di Diós pa nós tudu y pa k kada un kontribui pa konstrui un sociedadi más humano y justo.

  • Ir. Orlanda:

    Caro Bispo Dom Arlindo
    Muito obrigada por esta grande mensagem natalícia, tao profunda e tao rica, abrangendo todas as dimensoes da vida humana na sua relaçao consigo mesmo, com os outros e com Deus. Faço votos que esta mensagem cheia de ensinamentos seja lida, refletida e bem aproveitada por muitíssima gente.
    Felicito mais uma vez o site da Diocese de Santiago que está a responder muito bem à sua vocaçao de evangelizaçao, formaçao e informaçao das pessoas tanto em Cabo Verde como na diáspora. Bem haja Padre Zé e sua equipe! Força!!!
    VOTOS DE SANTO E FELIZ NATAL A TODOS E O NOVO ANO 2012 MARCADO PELA PRESENÇA AMOROSA E PACÍFICA DE DEUS NA VIDA DE CADA PESSOA, FAMÍLIAS E SOCIEDADE!!!
    Ir. Orlanda (Canadá)

  • evanildo:

    PAZ E LUZ para todos os caboverdianos, que 2012 seja um ano melhor, principalmente na descoberta do amor de Cristo.

Deixe um comentario

Categories