O Pe. Doran, dos Oblatos de Maria Virgem, na missa dos 25 anos, na Igreja de S. Patrick

A Missa das 9:30 foi preparada tendo como motivação central estes 25 anos de ministério.  O Padre Egídio que veio de Brockton, e o Padre José Álvaro que está  de passagem na Comunidade, concelebraram com o homenageado que estava sensibilizado pelo singelo gesto da comunidade cabo-verdiana. Desde a primeira hora o Pe. Doran se interessou por conhecer a cultura do povo cabo-verdiano. Em particular a prendizagem da lingua cabo-verdiana. Depois de algumas lições (Conversa com as Irmãs Franciscanas), ele surpreendeu a todos quando depois de duas semanas, ele fez a homilia dominical em crioulo.

´N sta nhos tudo obrigado para ês Missa bonito ki nhos prepara. Acólitos, cantores cantá sábi, ês scodje música di  mensagem mutu bonito sobre sacerdoti, n ta gradecê tudo alguém. Muito obrigado´ disse ele no fim da Missa de hoje. E convidou a assembleia a recitar a oração de consagração a Nossa Senhora de que ele é muito devoto.

Na homilia o Pe. Doran falou inteiramente em crioulo sobre a vida, dom de Deus, da paternidade divina, da beleza e da exigência do sacerdócio ministerial, da Eucaristia, e pediu orações pelos sacerdotes. Não faltou a oração pelas vocações sacerdotais e religiosas na comunidade.

Foi ordenado no Brasil

O Pe. Doran foi ordenado em Abril de 1986 no Brasil, onde trabalhou durante18 anos. Além de servir a comunidade caboverdiana, ele faz pastoral na cidade, voltada para pessoas que estão de passagem frequentando convénios, e diversas actividades sociais e culturais. A capela fica no edifício da Prudential onde ele celebra a Santa Missa, atende Confissões e faz a Exposição-Adoração do Santíssimo Sacramento. Uma pastoral significativa de Presença eclesial na mobilidade da cidade.

O Pe Doran desloca-se ao centro da cidade muitas vezes de bicicleta, para driblar o longo tráfego das horas de ponta.  O apostolado diário algmas vezes requer muito esforço, « mas, mesmo quando está cansado, eu o vejo bem disposto, o que me dá ânimo», testemunha o padre Zé Álvaro, autor destas linhas.

Só agora foi possível organizar esse gesto da comunidade, que inclui almoço e convívio com mensagens e muita música no salão da Igreja, a partir das 3 da tarde. Conta-se que estará presente o superior da Congregação a que ele pertence.

Interessado na promoção da fé: «Mi n bai kel reunion ´Porquê ser Católico´ »

«Mi n bai kel reunion ´Porquê ser Católico´e ´n ta atxal mutu importanti pa tudo católico pamodi é ta splica catecismo di greja Católica». Disse claramente p Padre Doran no fim da Missa para incentivar toda a comunidade a participar no programa  ´Porquê ser Católico´da Arquidiocese de Boston. Ele complementou o Estêvão, coordenador do programa anterior (Levanta-te) havia antes feito um forte apelo no fim da Missa convidando antigos líderes e os que desejam ser para um encontro na próxima 4 feira. É uma maneira de o católico se formar para poder dar as razões da sua fé.

O Padre Doran é uma bênção para a comunidade

Alguns membros da comunidade falaram do Padre Doran como ´uma bênção para a comunidade´, especialmente agora, uma fase de transição em que o Pe Egídio ficou a trabalhar somente para Brockton e  não há ainda um padre a trabalhar de forma permanente em Boston. « Ele é muito bom, simples, dedicado à nossa comunidade´disse um paroquiano hoje no fim da Missa. O tempo frio com ´ snow´(neve) não ajuda , mas vamos fazer um esforço para mostrar-lhe a nossa amizade, concluiu. E foi feito esse esforço e o salão às 4 da tarde estava cheio para a segunda parte da homenagem.

PZE

Veja algumas fotos da Santa Missa participada por cerca de 700 pessoas.

 Fotos do convívio que aconteceu à tarde. Estiveram padres, irmãs Franciscanas, Irmãos Franciscanos e muitos paroquianos, que encheram o salão. Uma tarde alegre e de são convívio. muito necessário par se criar o espírito de Comunidade. 

 

4 Responses to “Comunidade Caboverdiana celebra 25 anos de sacerdócio do Padre James Doran”

  • Pe. James Doran:

    Muito obrigado ao Pe. Ze e a toda a comunidade por seu grande carinho. E’ uma bencao servir a todos voces.- Pe Doran

  • Jose Ribamar:

    Boa noite Pe. James.
    é com imensa alegria, que vasculhando a internet descobrir o senhor em Santiago.
    parabenizo o senhor pelos 25 anos de sacerdócio, todos dedicados a obra de Jesus e sua Divina Mãe Santíssima e seu rebanho.
    com certeza Jesus e Maria estão muito felizes por sua dedicação, esforço, carinho, paciência e acima de tudo sua Humildade a frente de sua Igreja.

    Talvez o senhor não se lebre de mim, mas nos conhecemos na Igreja Nossa Senhora dos Remédios em Manaus em 2000, o senhor me indicou para coordenar a catequese.
    meu filho Lucas ganhou do senhor um quadro, Jesus com um cordeiro no colo. ele o guarda ate hoje em seu quarto.
    Estou atualmente residindo aqui em São Gonçalo no Rio de Janeiro. Já estou aposentado pela marinha.
    trabalho na Paroquia de São Domingos.

    Lhe desejo tudo de bom, que Deus sempre o guarde e o proteja de todo o mal. Rosangela, minha esposa, Beatriz e Leticia lhe envia um forte abraço. Lucas envia um forte abraço e lhe agradece pelo quadro.
    do fundo do meu coração receba um forte abraço e um longo beijo fraterno em seu coração.
    de seu amigo Ribamar.

  • Maricélia Santos:

    Corrigindo o comentário a cima nas datas, (…) as últimas vezes que nos vimos foi no dia do meu casamento em 1997 na paróquia de São Sebastião, 24 de maio as 10:00 da manhã. E depois em 1998 lá em casa em uma visita(…)

    Sua benção!

    Célia

  • Giane Ferraz:

    Muito feliz em encontrá-lo! Parabens!! Saudades! Com afeto Comunidade Hallel/Manaus- Brasil.

Deixe um comentario

Categories