16 de Agosto de 2011

Nossa Senhora, Mãe de mil títulos. A mesma Mãe de Deus feito Homem e nossa Mãe

A Paróquia de Nossa Senhora da Graça na Praia celebrou ontem, dia 15 de Agosto, a festa de Nossa Senhora da Graça. Por volta das quatro horas da tarde o coração da cidade da Praia ganhou mais vida. Com oração e entoando cânticos de louvor à Virgem Maria, milhares de pessoas, crianças, jovens e adultos, padres, religiosos e leigos, cheios de fé e esperança acompanharam a imagem de Nossa Senhora da Graça. A procissão saiu da Igreja Paroquial e percorreu as principais ruas do Platô e voltou ao largo atrás da Igreja, lugar preparado para a celebração eucarística em honra da Santa Padroeira.Todos os anos, 15 de Agosto é reservado a uma das maiores das festas de celebração da Santíssima Virgem Maria. O dia em que se comemora a elevação da Virgem Maria ao Céu. Celebra-se a entrada de Nossa Senhora na glória, é lembrada com honra e louvor a sua plenitude como criatura de Deus, como mulher, como mãe e como discípula de Cristo Jesus.

Durante a sua homilia o bispo celebrante, D. Paulino Évora exortou aos fiéis presentes a seguir o exemplo da Nossa Senhora, mulher generosa, crente e cheio de esperança. “No meio de tanto sofrimento e provação de sua vida, Maria teve a certeza de refúgio de Deus e levou segurança, alegria a sua prima santa Isabel. Nós também somos incitados a viver em atitude de fé e de esperança. Se Maria é para nós sinal de fé é também um grande sinal de esperança e optimismo para nós. Em todo o tempo somos chamados a viver numa esperança profunda, real e consciente porque há muitos males e perseguições de todas as maneiras, até de maneiras mais subtis como sabe fazer o demónio, nós devemos ter consciência destes males”.

Uma celebração que encheu os corações dos fiéis presentes. “Foi uma celebração linda. Levo para casa alegria, paz contentamento, tudo de bom. Eu tenho fé em Nossa Senhora da Graça por isso, venho todos os anos assistir a missa e cumprir a minha promessa, mas também para fortalecer a minha fé. Diz Maria Gorrete Rodrigues.

“A missa deste ano foi simplesmente sublime. Saio daqui muito satisfeito. Eu não falho a missa de Nossa Senhora da Graça, se não vier fico com a sensação de que falta uma peça um complemento na minha vida. Só falto se estiver doente ou ausente do país. A mensagem deste ano é tocante e dá pistas para reflexão. Para próximo ano espero que os cristãos estejam mais participativos e mais dinâmicos na missa. Nossa senhora da Graça é um marco na vida de cada cristão”. Alexandre Anes.

“Nasci no dia 15 de Agosto, dia de Nossa Senhora da Graça por isso, venho a esta missa todos os anos. É uma celebração grande em que toda a gente vem participar. Vêm pessoas de outros concelhos, de outras ilhas, até emigrantes. Depois desta missa sinto-me bem, porque Nossa Senhora da Graça é uma grande mãe.” Alexandrina Moreira.

No final, o cântico de agradecimento à Virgem mãe cantado em pleno pulmão pelo coro paroquial fundiu-se com as cores do fogo-de-artifício que rasgaram o céu em louvor a Nossa Senhora da Graça, mãe de Cristo e nossa mãe.

Deixe um comentario

Categories