Publicar aqui este artigo era uma chance de ajudar as pessoas a terem algo para a meditaçao sobre a Virgem Maria, no último dia a ela consagrado no mês de Maio.

A DEVOÇÃO A MARIA

O fundamento da devo-ção (dito de outra forma da piedade) para com Maria encontra-se nos próprios Evangelhos. Ao lê-los com atenção, apercebemo-nos de que a Virgem de Nazaré está continuamente presente neles, embora através de uma presença velada e retirada; Em compensação, nos momentos decisivos e cru-ciais da vida do seu Filho Jesus, o Verbo de Deus, o papel de Maria é bastante explicitamen-te narrado pelos Evangelhos.Todos aqueles que reconhecem a Bíblia como um texto sagrado e fundador, devotam a Maria respeito e honraÉ por isso que os cristãos católicos e ortodoxos não são os únicos a honrar a Mãe de Jesus : todos aqueles que reconhecem a Bíblia como um texto sagrado e fundador, votam-lhe respeito e honra. É evidente que este respeito para com a Mãe de Deus toma uma força e uma dimensão particular na Igreja, que desde a aurora da sua fé em Cristo ora a sua Mãe com as próprias palavras do anjo Gabriel nas escrituras, as do “Ave Maria”, universalmente conhecido e recita-do pelos cristãos, à volta de toda a terra ! O terço (e o seu desenvolvimento em rosário), o Magnificat, tanto como as grandes orações de louvor e os hinos, tal como o hino Acatista, são as formas de oração mais antigas do património universal da piedade mariana na Igreja.A devoção a Maria está ligada à vida espiri-tual da IgrejaAliás, esse tesouro de piedade exprime-se na Igreja universal através de múltiplas formas : as novenas a Maria, os objectos piedosos (estátuas, imagens e outras dezenas), os perío-dos da semana, ou do calendário litúrgico, os lugares (capelas, santuários, basílicas ou cate-drais) que são dedicadas à Virgem e mesmo as consagrações à sua pessoa propostas pelas diversas famílias espirituais que a escolheram para modelo de vida ao longo da história da cristandade, mostram suficientemente a que ponto a devoção a Maria está ligada à vida espi-ritual da Igreja. Assiste-se mesmo desde o con-cílio Vaticano II a uma renovação da piedade para com Maria. Lembremos de passagem que foi precisamente durante o Concílio, no dia 21 de Novembro de 1964, que o papa Paulo VI procla-mou magistralmente Maria, “Mãe da Igreja”.In Maria de Nazaret. comFesta São Domingos Sávio – CalhauO dia, de São Domin-gos Sávio, segundo o calendário litúrgico dos Santos da Igreja Católi-ca, é 6 de Maio. Este ano, devido a algumas actividades que vinham a ser realizadas na paróquia, a festa de São Domingos Sávio foi celebrada no sába-do passado, dia 21 de Maio pelas 15h30 no calhau. Teve início com a habitual procissão, seguida da missa campal, presidida pelo sr Padre Adriano e concelebrada pelo Padre Jorge, salesiano e Padre Paulino, Capuchinho. No final da missa foi servida a famosa canja para todos os presentes.A festa foi animada e enriquecedora espiritual-mente, embora com uma fraca participação da comunidade. Mas tudo decorreu da melhor for-ma. Agradecemos a participação de todas as pessoas que estiveram na festa, particularmente o grupo significativo que veio da cidade, e espe-ramos que a próxima seja tudo isso e muito mais.P´la comunidade

Madalena ( Iodi)

One Response to “A DEVOÇÃO A MARIA (Afinal ela fez notícia). E faz”

  • Lúcia:

    In sta dexa um frase ki Dom Teodoro fla na si homelia de 13/Maio na Somada ki markam i ki mexi ku mi txeu di ++++++ “MARIA É NOS GRANDEÇA”

Deixe um comentario

Categories