vocaçao é um dom de Deus. Mas a comunidade cristã deve rezar e apoiar os que desejam responder ao chamamento de Deus. Na verdade, quando a comunidade sabe que ela mesma é vocacionada, naturalmente ela reza e apoia as vocações todas.

MÊS DE MAIO – MÊS VOCACIONAL:  Reflectir e rezar sobre todas as vocações na Igreja

Um mês inteiro para pôr todos a pensarem na dimensão vocacional da vida e para se intensificar a oração e reflexões sobre as vocações na Igreja. Este o objectivo do mês vocacional estabelecido nos anos 90 na Diocese de Cabo Verde, agora diocese de Santiago.

‘Precisamos recomeçar a vivência deste mês com muita força e optimismo. Apelo aos párocos que lancem iniciativas, especialmente de oração que é o aspecto fundamental da conscientização e promoção vocacional”, diz o Pe. José Álvaro, coordenador do secretariado diocesano das vocações.

‘Uma comunidade que não gera vocações” é uma comunidade estéril, adverte o Senhor Bispo numa entrevista concedida a propósito do Mês vocacional, e que vamos divulgar em breve.

O Senhor Bispo acabou de criar na passada quinta feira santa o secretariado das vocações que deve dinamizar esta dimensão que, entretanto, deve ser algo que permeia toda a pastoral, especialmente a Juvenil. “Infelizmente este ano não temos tempo para programar actividades ou visitar as paróquia . Esperamos poder fazer um pouco mais no próximo ano pastoral” – desabafa o padre Zé Álvaro que convida os fieis leigos a colaborarem com os seus padres na dinamização vocacional.

A mensagem para o Dia Mundial está no link Download, disponível a todos os grupos pessoas para meditarem nas palavras do Papa que traz um convite tão actual quanto necessário para os dias de hoje.

(PZEAB)



2 Responses to “Mês de Maio – Mês vocacional”

  • ser padre é ka so vocaso tem que ser alguém ki ka ta sinti

  • Luzia:

    Meu amigo orlando, obrigada por visitar o nosso site. Nela contém muitas coisas boas que podem nos ajudar a formar e a ser semeadores do bem e dos bons valores.
    Quanto ao teu comentario, sobre a vocaçao ao sacerdocio, quero te dizer que esta quer dizer um chamado que Deus faz a Jovens e nao so para estarem ao serviço da Fé, do Evangelho, do irmao que tem sede de Deus, do AMOR, da verdade e daquele que mais sofre. Portanto um candidato ao sacerdocio nao é alguém que nao sente, pelo contrario deve ser alguém capaz de amar no sentido mais profundo da palavra. Amar é sentir mas vai além disso. Um sacerdote nao é um “extra terrestre” mas alguém como tu que pelo amor a Deus, ao seu convite de amor, se decide entregar aos outros nao em um momento que passa mas em todos os momentos da sua vida sem reservas e interesses egoístas.
    Entao ves como a nossa sociedade marcada pelo egoismo e individualismo precisa de pessoas disponiveis para Deus e para os irmaos. Disponíveis e sensiveis a serem na Igreja, pela Igreja e com a Igreja a Lembrança do Deus que em Jesus veio morar no meio de nós.

Deixe um comentario

Categories