Domingo 21 de setembro, passando por Lisboa, de regresso da Madeira, onde tomou parte no Congresso sobre os 500 anos da Diocese de Funchal, D. Ildo Fortes, foi celebrar missa no seio da comunidade cabo-verdiana em Setúbal.

Foi mais um esforço no sentido de criar uma ponte entre a diáspora cabo-verdiana e os pastores da terra de origem. Uma pastoral que no espírito da “Igreja em saída”, como quer o Papa Francisco, tem levado os bispos cabo-verdianos a dar cada vez maior atenção à Diáspora, não obstante a sua escassez de vocações. Assim, depois de ter estado na Suíça, no Luxemburgo, o bispo do Mindelo foi recentemente aos Estados Unidos, onde vive a maior e mais antiga comunidade cabo-verdiana emigrada e onde a atenção dos pastores cabo-verdianos para com esses filhos da terra não é, contudo, de hoje…

Oiça aqui: www.radiovaticano.org

Embora o desejo dos pastores cabo-verdianos é dar cada vez maior atenção à diáspora, D. Ildo Fortes, não deixa de encorajar as comunidades imigradas a inculturar-se nas Dioceses e paróquias do contextos onde vivem… RealAudioMP3

Foto: capoverdiani in processione a Roma

Deixe um comentario

Categories