DSCF0937Dezenas de pessoas da Paróquia de Nossa Senhora da Graça, na Praia, reuniram-se, na passada quinta – feira, 29 de Maio, numa Vigília de oração  – Adoração do Santíssimo – em prol das famílias cabo-verdianas, “para que sejam verdadeiras Igreja domésticas, na medida em que é na família onde são transmitidos valores humanos, cristãos”, conforme explica Filomena Moreia, coordenadora do Secretariado Diocesano da Família – SDF.

Outro objectivo da Vigília foi rezar por todas as Vocações e para que a Maria “nos dê muitos missionários e famílias santas. Porque tendo famílias santas teremos muitos missionários”, acrescenta a coordenadora do SDF. A ocasião foi também para estar em solidariedade para com as famílias de Nigéria cujas filhas foram sequestradas. “Rezemos para que esta tragédia termine de melhor forma, em paz e para que a raparigas voltem de novo para o seio das suas famílias. diz, Filomena Moreira.

O ato foi presidido pelo padre José Álvaro Borja que elogia a iniciativa e disse que gostaria que momentos de oração como esse devia ser realizado com mais frequência porque a oração é essencial para o bem da família. Defende ainda que “o mundo todo precisa de relações mais fortes e mais abertas, com ajuda de Deus para que os problemas sociais não se reflictam negativamente na família e que ela seja um lugar de cura, de  bênção, de humanização, digamos…”.

O sacerdote considera o que muitas famílias estão a viver na Nigéria “uma experiência terrível” e apela que rezemos por elas. Louva a iniciativa do Secretariado da Família em juntar-se em oração para as famílias cabo-verdianas mas, também para as famílias pelas centenas de jovens raptadas da Nigéria.

“O Secretariado da Família da paróquia entendeu que é preciso a solidariedade com essas famílias, tantas mães desesperadas por causa da situação de instabilidade de opressão e até perigo de vida por que passam as suas filhas. Esta solidariedade que está percorrendo o mundo também foi trazida para a Igreja aqui em forma de oração para que as raparigas regressem às suas famílias sãs e  salvas”, deseja o padre.

Pessoas de todas as comunidades da paróquia de Nossa Senhora da Graça juntaram-se a esta iniciativa do Secretariado da Família para juntos em cânticos e orações de louvor e graças rezar pelas famílias.

“Quando as pessoas se juntam para pedir o dom da paz e do entendimento e as bênçãos que as famílias precisam, tanto a nível pessoal como espiritual, também elas colaboram mais para que isso aconteça em casa. Assim, são factores de desenvolvimento integral da família. A  Igreja deve promover o bem das pessoas e não pode descuidar delas na sua missão, salienta o pe José Álvaro.

Para António Vicente e esposa esta é uma grande iniciativa, um momento que transforma as pessoas em todo o sentido. “As famílias precisam se juntar e rezar para que a bênção de Deus entra no seio de todas as famílias. Nós gostamos de participar nesta Vigília. Foi especial, tocou-nos e vamos felizes para a casa. Agradecemos quem promoveu este momento”, diz António Vicente, emocionado.

Outra presença no encontro de oração foi a Primeira-dama, Lígia Fonseca que diz que há uma necessidade de orarmos no seio das famílias.

“ A oração é um instrumento muito forte que o Pai nos deu para conseguirmos vencer os desafios que existem, que nos recuam e que nos perturbam. Temos que rezar muito pelas nossas famílias para que elas sejam iluminadas , para que a discórdia seja afastada. O poder da oração é fundamental e porque acredito nisso, não podia deixar de vir aqui participar e fazer esta oração em família e também e pela minha família.

Quanto a situação triste que se vive na Nigéria, a Primeira-dama defende que todos devemos fazer algo para esta tragédia termine e mais uma vez acredita no poder da oração na resolução desta tragédia que envolve vida de centenas de pessoas. “Este também foi um momento de rezarmos para que se faça luz no coração dos homens que cometeram esta barbaridade, para que eles percebam o mal que estão a fazer, para que seus corações se tornem mais suave e que deixem as meninas voltarem para as suas famílias”.

Esta Vigília de Oração em prol das famílias foi o culminar de várias actividades realizadas durante o mês de Maio, que é dedicado à Família, Maria e às vocações.  Foi um momento de louvar a Virgem Maria e de rezar pelas Vocações e de agradecimento a Deus pelo dom da família e pelo momento de união que proporcionou na Igreja de Nossa Senhora da Graça, PRAIA.

A cerimónia terminou com o padre a propor aos presentes que manifestassem uma saudação, sinal da paz e do amor, da união e da harmonia que devem ser cultivadas na famílias. E a asssembleia correspondeu ao som de «Abençoa, Senhor, as famílias. Amen, abençoa a minha também.

PARABENS À RTC pela informação e pela cobertura.

Esta celebração foi anunciada pela Rádio de Cabo Verde e teve cobertura jornalística da TCV. UM gesto de louvar e que deve continuar porque as famílias precisam de boas notícias também sobre elas.

Deixe um comentario

Categories