DSC00278 DSC00276Mais de 120 jovens de todas as comunidades da Paróquia de Nossa Senhora da Graça – Praia, participaram ontem, 23 de Março, numa Caminhada Quaresmal à comunidade de São Tomé. A iniciativa do Secretariado Paroquial da juventude de Nossa Senhora da Graça está enquadrada no tempo da Quaresma que se está a viver na Igreja.

DSC00288A Caminhada de fé teve início por volta das 09H30 a partir da Rotunda de Lém Ferreira, com a oração do terço. Já na Rotunda do Aeroporto Internacional da Praia, os peregrinos se juntaram a mais jovens que os aguardavam e aí houve um momento de reflexão orientado pela irmã Jacinta Freire, sobre a mensagem do Santo Padre, o Papa Francisco, para a Quaresma. Depois a peregrinação continuou com a realização de duas Vias Sacras até ao destino final. Já em São Tomé teve lugar uma eucaristia presidida pelo jovem padre Alexandre Lopeshttp://www.diocesesantiago.cv/wp-includes/js/tinymce/plugins/wordpress/img/trans.gif, vigário paroquial de N. Sra da Graça.

No período da tarde foi o momento para a Lectio Divino, realizada em grupos de sete, seguido de partilha. “Foi um momento muito bom e todos os jovens pediram que a iniciativa tenha continuidade”, congratula-se o padre Alexandre Lopes.

Coma realização desta caminhada, a Paróquia pretende, como sempre, promover momentos que “fortalecem os jovens na sua fé, fazer com que sejam mais comprometidos. Esta atividade realizada em Tempo de Quaresma visa, também, fazer com que os jovens sintam que estão a fazer uma caminhada para a Páscoa.  E ainda, mais um momento de formação para a juventude da nossa paróquia”, explica o padre, feliz com a adesão da juventude a este desafio laçado pela Igreja, num dia onde muitas outras atividades foram realizadas na paróquia.

Quem participou gostou da iniciativa e pede que haja continuidade desta atividade nos próximos tempos.

“O que me trouxe a esta atividade é o encontro com Deus. Participo neste tipo de atividade sempre e como presidente de um grupo juvenil, devo estar na linha de frente. É uma iniciativa muito boa, que devia ter sido feito antes. Tudo correu bem e os participantes gostaram”, diz Dilma Vaz.

“Foi um dia surpreendente. Quando cheguei a Lém – Ferreira, ponto de concentração e vi poucas pessoas, questionei como iria ser este dia. Mas quando começaram a chegar mais jovens vi que vale a pena apostar na formação de jovens e apoiar a juventude. Chegamos aqui na comunidade de São Tomé com Jesus Cristo presente. Passamos um dia agradável, alegre, um dia de deserto. Vou para casa sentindo-me muito bem e acredito que cada jovem, por aquilo que estou a ver no seu semblante, pela serenidade e por tudo aquilo que vivemos acha o mesmo que eu. Foi bom”, Irmã Jacinta Freire, uma das animadoras desta caminhada.

“O dia de hoje foi um tema bastante gratificante porque ajudou-nos a perceber que há várias formas de manifestar a nossa fé”, Bruno Gonçalves.

Deixe um comentario

Categories