Archive for July, 2014

Há precisamente um ano aconteceu a Jornada Mundial da Juventude, que se realizou no Brasil. Milhares e milhares de jovens de todos os cantos do mundo marcaram presença neste encontro da juventude com a fé. Cabo Verde esteve representado por uma comitiva constituída por 130 pessoas, que testemunharam o encontro do Papa e a manifestação da fé dos jovens de todo o mundo. Foi num dia como ontem, 28 de Julho, na presença de um mar de gente que o Santo Padre celebrou a Santa Missa, pela Jornada Mundial da Juventude, pelos jovens. Um ano depois, vamos recordar a Homilia do Papa Francisco.

 

os jovens cabo-verdianos participam na Jornada mundial da Juventude em Espanha

Jovens cabo-verdianos na Jornada mundial em Espanha

Venerados e amados Irmãos no episcopado e no sacerdócio,

Queridos jovens!

«Ide e fazei discípulos entre todas as nações». Com estas palavras, Jesus se dirige a cada um de vocês, dizendo: «Foi bom participar nesta Jornada Mundial da Juventude, vivenciar a fé junto com jovens vindos dos quatro cantos da terra, mas agora você deve ir e transmitir esta experiência aos demais». Jesus lhe chama a ser um discípulo em missão! Hoje, à luz da Palavra de Deus que acabamos de ouvir, o que nos diz o Senhor? Três palavras: Ide, sem medo, para servir. Read the rest of this entry »

Publicamos a seguir o Comunicado final do XI Encontro de Bispos dos Países Lusófonos que teve lugar em Luanda, Angola. Ele foi proclamado ontem, em Benguela, no final da Eucaristia do jubileu de 50 anos de sacerdócio de D. Óscar Braga.

A seguir se destacam algumas interpelações sobre as várias abordagens para as Igrejas locais dos PALOP. Não há dúvida da sua enorme pertinência no momento eclesial e sociopolítico que se vive nesses países. O desafio vai no sentido de:

–        continuar a fazer uma análise rigorosa e competente sobre as situações concretas em que a Igreja está profeticamente presente, irradiando com mais eficácia a luz transformadora do Evangelho de Cristo;

–        cuidar da evangelização na sua ligação profunda com a promoção humana;

–        atender às situações de pobrezas, dando resposta a partir do estudo das suas causas e soluções, em diálogo constante com a sociedade e o Estado;

–        encorajar a presença e ação dos leigos nas várias áreas de intervenção na sociedade, nomeadamente nos campos social, económico e político;

–        retomar continuamente, com implicações concretas na vida e na organização da sociedade, o ideário dos quatro grandes princípios da doutrina social da Igreja: dignidade da pessoa humana, bem comum, subsidiariedade e solidariedade;

–        incentivar a dimensão ética na economia e na gestão, capaz de transformar por dentro uma economia que muitas vezes provoca a exclusão e o sofrimento dos mais fracos;

–        promover organismos profissionais que se inspirem na doutrina social da Igreja, como, por exemplo, a Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE, Portugal) e a Associação Católica de Gestores e Dirigentes (ACGD, Angola).

Publicamos na secção DOWNLOAD o comunicado final do Encontro dos Bispos.

DSCF6508«Para um novo entusiasmo” é o lema das compôs-Escola que o Escutismo Católico pretende realizar em Agosto e Setembro. Promover o conhecimento pessoal, a troca de experiência e a fraternidade entre os dirigentes e caminheiros dos vários Agrupamentos/ Regiões escutistas são alguns dos objectivos dessa iniciativa que pretende reforçr a coesão entre os dirigentes e fornecer ferramentas indispensáveis para o desempenho da Chefia, pode-se ler na funamentação do projecto Campo-Escola. Read the rest of this entry »

A internet revolucionou a comunicação

A internet revolucionou a comunicação

Cidade do Vaticano (RV) – “É necessário que no mundo digital o anúncio do Evangelho seja seguido pela oferta de um encontro pessoal com Cristo, um encontro real e transformador”. Foi o que auspiciou o Papa Francisco na mensagem – assinada pelo Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin – aos participantes do IV Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação (PASCOM) e do 2º Seminário Nacional de Jovens Comunicadores, realizado em Aparecida desde o dia 24 de julho. O tema de reflexão ao longo do encontro é “Comunicação, desafios e possibilidades para evangelizar na era da cultura digital”.
O objetivo dos trabalhos dos dois encontros – a serem concluídos no próximo domingo, 27 – é a pesquisa de novos caminhos para formar e motivar os agentes da pastoral das comunicações no Brasil. O encontro – do qual participam bispos, sacerdotes, religiosos e leigos comprometidos no setor – realiza-se no aniversário da visita do Papa Francisco ao Brasil por ocasião da JMJ.
A experiência vivida no Rio de Janeiro inspirou a mensagem do Papa quando – ao citar a homilia da Missa celebrada em 27 de julho na Catedral do Rio de Janeiro – exortou a “não permanecermos fechados na paróquia, nas nossas comunidades, na nossa instituição paroquial ou na nossa instituição diocesana, quando tantas pessoas estão na espera do Evangelho! Sair enviados. Não é simplesmente abrir a porta para que venham, para colher, mas é sair pela porta para buscar e encontrar!”.
Um convite para “sair”, também dirigido ao mundo digital. “Nenhum caminho pode, nem deve, ser obstruído – explica a este propósito a mensagem – a quem, em nome de Cristo Ressuscitado, se empenha em tornar-se sempre mais solidário com o homem. Com o Evangelho na mão e no coração, é necessário reafirmar que é tempo de continuar a preparar caminhos que conduzam à Palavra de Deus, não descuidando de dirigir uma atenção especial a quem ainda vive em uma fase de busca”.
“De fato – prossegue a mensagem – uma pastoral no mundo digital é chamada a levar em consideração também aqueles que não crêem, caíram no desespero e cultivam no coração o desejo do absoluto e da verdade não efêmero, dado que as novas mídias permitem entrar em contato com seguidores de todas as religiões, com não-crentes e pessoas de todas as culturas”.
“Por isto, em tal contexto, os canais digitais são um campo fundamental na nova “saída” missionária”, afirma o Papa Francisco na Evangelii gaudium (n. 20), à qual – sublinha – todos somos chamados”. Neste sentido, exorta os agentes da pastoral da comunicação “a unirem-se, com confiança e com criatividade consciente e responsável, à rede de relações que a era digital tornou possível”.
O Pontífice indica aos comunicadores brasileiros também as modalidades concretas para fazer isto: de um lado, fornecendo os meios necessários para aprender a linguagem particular deste ‘aerópago’, e de outro reconhecendo “o primado da pessoa”. “Sem esquecer – conclui o Bispo de Roma – que o continente digital, antes de ser uma mera realidade tecnológica, é antes de tudo um lugar de encontro entre homens e mulheres, cujas aspirações e desafios não são virtuais, mas reais, e tem necessidade de uma resposta concreta”. (JE)

O Forum realizado na semana passada, na Igreja de Santa Catarina, Santiago,  foi considerado um espaço de partilha  da fé e de comunhão das famílias Católicas; espaço de convívio, de intercâmbio e de fortalecimento de amizade entre casais; espaço de reafirmação da comunhão, responsabilidade e missão cristãs; espaço por excelência  da pastoral  familiar», opina o casal Avelino e Mana.

Marcou-lhe de modo especial «a união de casais na mesma fé e missão» que para eles é a mensagem mais positiva.

Partilharam que na sua vida enquanto casal vão procurar ter «uma atitude de maior  abertura e engajamento ao diálogo conjugal».

 

A comunidade de Librão, no concelho de Santa Catarina,ganhou a sua capela. A cerimónia de inauguração aconteceu no passado Domingo, 20 de Julho numa missa presidida pelo padre Simao Moniz e na presença dos fiéis cristãos da comunidade e de zonas vizinhas. Read the rest of this entry »

convite final FORUM FAMILIA 2014 for familia 7 Tanto a organização como os participantes deram nota positiva ao II Fórum Diocesano da Família que decorreu de 10 a 20 de Julho, em santa Catarina. “Foi um acontecimento muito positivo, que ultrapassou as nossas expetativas”, afirma o casal coordenador do Secretariado Diocesano da Família – SDF, José Maria Barreto e Filomena Moreira.

Sob o lema “Família, Projecto de Amor em Construção”, durante os três dias, foram apresentados e debatidos vários temas, designadamente, a Encíclica do Papa Francisco “ A alegria do Evangelho”, A Dignidade da Pessoa Humana e a Sexualidade, Paternidade Responsável e Planeamento Familiar e o Sacramento do matrimónio, Caminho para a Santidade. Reflexões que vão servir para reforçarem a vida das famílias presentes.

“É preciso cultivar um bom relacionamento, sabemos que a grande dificuldade que a família vive é a falta de um bom relacionamento. Um relacionamento baseado no amor, no perdão, na paz, na compreensão, no serviço e na partilha, foram estas as orientações que ficaram e sobretudo viver no amor de Deus porque quando se vive com base no amor de Deus, tudo dará certo e teremos uma vivência mais feliz e mais autêntica”, Filomena Moreira.

Outro aspeto de louvar foi a abordagem com profundidade dos temas expostos pelos conferencistas e que foi complementado com trabalhos práticos de grupos e a plenária. De destacar também os importantes momentos de “muito diálogo e participação” dos presentes, que colocaram questões, dúvidas, propostas, críticas e sugestões.

“Foi um momento de reflexão onde colocamos tudo o que deve ser a nossa vida familiar em cima da mesa onde para ser discutida. Saímos deste Fórum de Família com a convicção de que o que vivemos é um aspeto muito positivo para a nossa vida, na nossa família e na nossa sociedade”, diz o participante Gilberto Silva, acompanhado pela esposa que partilha da mesma opinião.

Como não podia deixar de ser, no Fórum houve momentos de oração e de profunda intimidade com Deus, de partilha, de descontração vividos intensamente pelos participantes. Estes “registaram com apreço, carinho e agradecimentos, não só a pertinência dos temas debatidos, mas, sobretudo, a oportunidade de intercâmbio e troca de experiências com outras famílias participantes no Fórum, bem como com as famílias que as acolheram em suas casas, permitindo-lhes construir novas amizades e passar um fim-de-semana bem diferente”.

Como resultado de três dias de reflexão com o foco na família, a Pastoral da Família recolheu vários subsídios que vão contribuir para melhorar as atividades do SDF nos próximos tempos.

Ficou patente a necessidade de dar mais formação para os responsáveis do Secretariado da Família a nível das paróquias em particular e das famílias em geral, sobretudo, no que tange ao conhecimento dos documentos da Doutrina da Igreja (Encíclicas do Papa). Conclui-se, também, que é preciso fazer estudo e divulgar temas relacionados com a sexualidade, o Planeamento Familiar e a educação dos filhos, bem como a necessidade de uma reflexão sobre a uniformização de procedimentos relativamente a alguns Sacramentos (Batismo e Matrimónio) e mais atenção às famílias com mais necessidades quer matérias, quer espirituais, entre outros.

18 paróquias presentes

Participaram no II Fórum Diocesano da Família um total de 178 pessoas (casais, solteiros e casais em união de facto) de 18 paróquias da Diocese de Santiago, ficando de fora as quatro paróquias da ilha do Fogo e a Paróquia de São João Batista, da ilha de Santiago.

“Mais uma vez a participação ultrapassou as nossas expetativas e de um modo geral, os participantes, gostaram deste encontro e deram nota “muita positiva” ao nosso evento, solicitando e reiterando que encontros do género devem ser promovidos mais vezes”, conta Filomena Moreira.

Solidariedade de famílias e empresas

Para além dos esforços dos membros do SDF e das Paróquias de Santa Catarina e de Nossa Senhora de Fatima, que não pouparam esforços para a concretização desse evento, é de louvar a boa vontade, a solidariedade das várias famílias de Santa Catarina que abriram as portas das sua casas para acolher as famílias vindas de outras Paróquias.

O II Fórum também contou com o envolvimento de algumas empresas, que de uma forma ou outra deram o seu contributo para o sucesso do evento. À Adega SA, Enacol, Câmara Municipal de Santa Catarina, Câmara Municipal da Praia, Diocesana Center, Tecnicil Industria, Girasol Tours Lda e Ministério da Juventude e Família, O SDF agradece pelo apoio dispensado.

“De modo gera e em jeito de balanço, diríamos que a experiência foi muito positiva e gratificante para o SDF, com ligeiros pontos menos bons, que com a experiência prometemos limar, para o bem e felicidade das nossas famílias”, conclui o casal coordenador do SDF.

Categories