Archive for the ‘diaspora’ Category

Homilia da missa da Peregrinação Internacional dos Migrantes a Fátima

Caríssimos irmãos em Jesus Cristo,

O Senhor do céu e da terra, que cuida de todas os povos com carinho e os governa com justiça, nos convoca hoje, aqui, neste lugar sagrado, Read the rest of this entry »

Dom Arlindo tem procurado dar atenção à diáspora caboverdiana

 

A peregrinação anual dos Migrantes e Refugiados ao Santuário de Fátima, Portugal, é presidida por o bispo de Santiago, Arlindo Furtado. Inserida na 39ª Semana Nacional das Migrações, iniciativa da Obra Católica Portuguesa das Migrações (OCPM), acontece nos dias 12 e 13 deste mês sob o tema “Uma só família humana” Read the rest of this entry »

Cabo-verdianos em Nice, França, rejubilam com ordenação episcopal do P.Teodoro
Optamos por colocar aqui, a saudação que vem de Nice, França, que não veio como comentário. É um um exemplo do que podem todos fazer na nossa diáspora querida. Basta um pouco de boa vontade. Muito obrigado à nossa comunidade em Nice.
 
“Uma saudação amiga e mui grata de toda comunidade caboverdiana de Diocese de Nice a D. Teodoro Mendes Tavares nesta grande ocasiao da sua ordenação episcopal.
Estamos em sintonia com Cabo Verde a acompanhar este grande acontecimento.
Aguardamos com ansiedade a visita do nosso amigo Dom Teodoro Mendes Tavares, para emissa de 12 de junho em Cannes França.
As nossas orações o acompanham sempre.”

Dom Arlindo Furtado aceitou o convite do Ciclo de Tertúlias “Cabo Verde em Debate”, e esteve no sábado passado, dia 2 de Abril, na rubrica “À Conversa…” . Conforme Suzano Costa, coordenador desta iniciativa, que manifestou em vários emails o desejo deste diálogo, o encontro e o debate tendo como interlocutor o Senhor Bispo  “foi notável e um momento único e sem precedentes da Read the rest of this entry »

“Ben pa Nós”‘é uma Missão paroquial que teve início no dia 19, na paróquia de S. Patricio, em Boston. Sob o lema “Este é o meu Filho amado. Escutai-O.” (Mt 17:5) , esta activcidade vai reunir os paroquianos para darem um passo no sentido de melhor Read the rest of this entry »

O Bispo eleito de Mindelo presidindo à Eucaristia na paróquia de S. Vicente, Mindelo

O Bispo eleito de Mindelo presidindo à Eucaristia na paróquia de S. Vicente

Já se sabe, finalmente, a decisão sobre o lugar da ordenação episcopal do Padre Ildo Fortes,  bispo eleito de Mindelo: Lisboa (Portugal) foi a cidade escolhida para esse grande momento que terá lugar no dia 3 de Abril. Havia alguma legítima expectativa dos diocesanos de Mindelo de que a sagração episcopal pudesse também ser em Mindelo, mas sendo o bispo eleito membro do Patriarcado de Lisboa,  e sendo muitos familiares e amigos esta escolha tem igualmente razao de ser. Entretanto esperamos poder partilhar em breve com os internautas o que o Bispo eleito e o Administrador Apostolico têm a dizer sobre sobre este assunto.

Read the rest of this entry »

A comunidade cabo-verdiana de Lisboa celebrou este domingo, 23, a festa de Nho Santo Amaro, padroeiro do concelho de Tarrafal de Santiago.

A festa que vai já na sua VIII edição, conta anualmente com uma grande moldura humana, muita animação e momentos destinados a matar as saudades, entre pessoas que só se encontram de ano a ano por ocasião desta festa.

As festividades de Nho Santo Amaro, é da responsabilidade da Capelania Africana na capital portuguesa, Lisboa, uma comissão organizadora e ainda a participação da Associação dos Tarrafalenses em Portugal.

Como disse o Pe. Dex que é o capelão africano, agregado aos Missionários Espiritanos, esta é uma das festas da comunidade cabo-verdiana mais antiga em Lisboa e por esta razão o envolvimento da comunidade tende a ser maior.

De referir que na animação litúrgica da festa de Nho Santo Amaro em Lisboa, costumam participar Católicos e Nazarenos, provenientes de diferentes pontos de Cabo Verde, e não só, e a residir naquela cidade, que em uníssono entoam o hino ao padroeiro dos tarrafalenses.

A parte cultural no entanto está aberta a todos, crentes e não crente, e é sempre precedido de um almoço partilhado entre os diversos convidados e os juízes da festa.

Conforme adiantou Austelino Almeida, da comissão organizadora, ao nosso site, nas festividades deste ano, no entanto, e tendo em conta que foi no mesmo dia das eleições presidenciais em Portugal, não se pode contar com os habituais apoios.

“Houve vários imprevistos de tal ordem que destabilizou por completo tudo aquilo que estava previsto no programa da festa até ao ponto de haver apenas a celebração da santa missa.  Tudo aconteceu por falta de espaço físico, sendo este um dos factores basilares para a realização da festa, acrescenta Almeida.

De realçar que para a tarde cultural é hábito ter artistas cabo-verdianos radicados em Portugal e a festa normalmente é feita em pleno centro de Lisboa.

AJL

Categories